9 Teorias sobre o desaparecimento da Atlântida

A Atlântida é sem dúvida a mais famosa das ilhas fictícias conhecidas, especialmente porque muitas pessoas acreditam que ela não era realmente fictícia. As teorias que existem em torno dela são das mais variadas, embora ainda resta saber se, de fato, alguma está correta.

272
Links Patrocinados
 

Atlântida é uma ilha mitológica, cuja primeira menção é atribuída ao filósofo grego Platão em suas obras “Timeu ou a Natureza” e “Crítias ou a Atlântida”.

Nos contos de Platão, Atlântida era uma potência naval localizada “para lá das Colunas de Hércules”, que conquistou muitas partes da Europa Ocidental e África 9000 anos antes da era de Solon, ou seja, aproximadamente 9600 a.C. e teria afundado no oceano “em um único dia e noite de infortúnio”.

Links Patrocinados
 

A partir da Idade Moderna, muitos pesquisadores defenderam a existência real do lugar, mesmo indo contra todas as evidências. Abaixo, seguem algumas das teorias sobre sua possível localização e seu misterioso desaparecimento.

1 – Civilização Minóica

Muitos historiadores apontaram que Platão pode ter cometido um erro ao traduzir os números para o grego, apontando a queda de Atlântida como milhares de anos em vez de centenas.

Se de fato Platão estiver errado, tanto a localização temporária da ilha quanto a descrição de seu tamanho poderiam indicar que era a ilha de Creta, lar da civilização Minóica, que se desenvolveu em torno de 3000 a.C. e foi a primeira civilização avançada europeia, atingindo um elevado grau de sofisticação em vários campos.

Os historiadores notaram que a erupção do vulcão da ilha de Thera (atualmente conhecida como ilha de Santorini) teria acontecido entre 1700 e 1600 a.C., causando um tsunami que devastou a civilização em questão, e tendo sido esta história que inspirou a obra de Platão.

2 – Mar do Norte

Muitas hipóteses indicam que a ilha poderia estar localizada no Mar do Norte, em algum lugar entre a Noruega, Dinamarca, Ilhas Britânicas, Alemanha, Holanda, Bélgica e França.

No entanto, em 2011, uma equipe formada por pesquisadores da National Geographic e da Universidade de Hartford indicou que poderia estar localizada no sudoeste da Andaluzia. A especulação dessa equipe foi posteriormente descartada por especialistas espanhóis, embora a ideia continue a girar.

3 – Oceano Atlântico

Tendo em mente que o nome da ilha realmente se assemelha ao nome do oceano, não pode haver falta de teorias que tentem restringir seus passados.

As ilhas Canárias, a ilha da Madeira e as ilhas dos Açores têm sido frequentemente sugeridas como possíveis candidatas, mas vários estudos descartaram o fato de qualquer dessas ilhas terem passado algum tempo submersas, como supostamente aconteceu com a Atlântida.

4 – Antártida

Uma teoria bastante difundida sugere que a Atlântida se deslocou, graças aos movimentos das placas tectônicas, em direção ao que agora é a região da Antártida.

A teoria em questão foi proposta em 1958, no livro “The Earth’s Shifting Crust”, de autoria de Charles Hapgood, acadêmico norte-americano, e um dos mais conhecidos defensores da teoria da mudança nos pólos.

De acordo com essa hipótese, os restos da antiga civilização estariam descansando debaixo de quilômetros de gelo, no polo Sul.

5 – Ilha de Spartel

A ilha Spartel está atualmente submersa a mais de 60 metros de profundidade, no Estreito de Gibraltar, que liga o mar Mediterrâneo com o oceano Atlântico, situada entre o extremo sul da Espanha e o noroeste da África.

As propostas baseiam-se em estudos franceses que apontam que, embora esteja atualmente submersa, ela poderia ter estado na superfície há mais de 10.000 anos.

A investigação realizada pelos especialistas franceses sugere que o afundamento da ilha poderia ter sido causado por um grande tsunami, inspirando muitos anos depois a catástrofe descrita por Platão.

6 – Triângulo das Bermudas

A proposta de que a Atlântida estaria realmente submersa no Triângulo das Bermudas foi sugerida por vários autores e pesquisadores, especialmente considerando o misticismo que envolve esta área geográfica e os supostos estranhos fenômenos que acontecem na região.

Embora o Triângulo das Bermudas seja geralmente relacionado à existência de centenas de espécies ou civilizações misteriosas, não há fortes indícios de que sejam mais do que especulações.

7 – América do Sul

As semelhanças entre a forma da ilha descrita com o continente americano têm inspirado uma teoria que sugere que a América do Sul seria a ilha que Platão falou.

No entanto, o continente seria grande demais para ter sido a Atlântida, embora a teoria tenha sido reforçada pelas semelhanças que alguns historiadores encontraram entre as descrições das planícies da Atlântida e as terras altas bolivianas.

8 – Hipótese Nazista

Esta é uma questão sensível, embora de veracidade duvidosa, é baseada na obra do paranormal norte-americano Edgar Cayce, que tentou mesclar a informação que foi fornecida por Platão com a crença de que alguns Atlantes teriam sobrevivido à catástrofe.

As características dos sobreviventes seriam sangue tipo RH, cabelo vermelho ou laranja e pele e olhos claros.

Os descendentes desta antiga civilização poderiam ter migrado para as áreas vizinhas da Alemanha para mais tarde se tornarem os representantes fervorosos do nazismo e de uma raça que eles consideravam ser superior a outras.

9 – Civilização Extraterrestre

O fato de Platão se referir a esta civilização como extremamente avançada, tem feito muitas pessoas acreditarem que talvez ela era simplesmente uma civilização alienígena que veio a viver em nosso planeta, gerando muito fascínio e aumentando a grandiosidade da cidade.

O interessante seria saber se de fato a ilha foi afundada pelos alienígenas que decidiram emigrar para outro planeta, ou se acabou submergindo por causas naturais, e nesse caso, os extraterrestres que teriam vivido na ilha conseguiram sobreviver à catástrofe ou também teriam sido vítimas, desaparecendo para sempre.