Acadêmico Alemão Acredita que Sonda Voyager 2 foi Interceptada por Extraterrestres

A Sonda Voyager 2 está enviando estranhas mensagens e confundindo os cientistas, e o acadêmico acredita q isto ocorre por causa de interferências feitas pelos extraterrestres.

A Voyager 2 leva em sua parte externa um disco com saudações em 55 línguas,
Links Patrocinados
 

Desde o seu lançamento na década de 70, a sonda Voyager 2 envia inúmeros fluxos de dados à Terra para pesquisas científicas, mas, após o dia 22 de abril de 2010, esses fluxos de informações ficaram confusos e indecifráveis.

A NASA descarta a informação, dizendo que o sistema de software apenas apresentou problemas técnicos, e que essa foi a causa principal, mas o acadêmico alemão Hartwig Hausdorf acredita que o problema foi gerado pelos extraterrestres.

Hartwig Hausdorf, autor de diversos livros sobre ufologia.

Em uma entrevista, Hartwig Hausdorf disse ao jornal alemão Bild: “É como se alguém tivesse interceptado e reprogramado a sonda, para assim, talvez, encobrir alguma descoberta”.

A sonda Voyager 2 leva um disco com saudações em 55 línguas, e contêm sons e imagens selecionados, como amostras da diversidade da vida e culturas da Terra, e são dirigidos a qualquer forma de vida extraterrestre, ou seres humanos de um futuro distante, que os encontrem.

O conteúdo do disco foi selecionado por um comitê da NASA, chefiado por Carl Sagan.

Sagan e seus colegas reuniram 115 imagens e vários sons naturais, como o registro sonoro de trovões, vento, ondas do mar, e cantos de pássaros e baleias. Além disso, foi incluída uma coletânea musical com obras de diferentes épocas e culturas.

O Disco de Ouro contém sons e imagens selecionadas para retratar a diversidade da vida e da cultura humana na Terra.

O Dr. Edward Stone, um dos cientistas do projeto, disse que o chamado Disco de Ouro, é “uma espécie de cápsula do tempo, que se destina a comunicar a história do nosso mundo para os extraterrestres”.