China planeja construir colônia na Lua povoada com robôs

Autoridades do país anunciaram o plano de construir uma base lunar até 2030.

(Foto: Creative Commons / kellepics)
Links Patrocinados
 

A China está planejando a construção de uma base lunar controlada por robôs. O anúncio foi feito no simpósio da Academia Internacional de Astronáutica sobre tecnologia espacial avançada, realizado em Xangai, de acordo com o jornal local Global Times.

A estação permitiria a condução de experimentos maiores e mais complexos, que não podem ser realizados atualmente.

Além disso, um projeto desse tipo reduziria o custo de outras formas de pesquisa espacial, como a coleta e envio de rochas lunares para a Terra, de acordo com explicação de Jiao Weixin, professor de ciências espaciais da Universidade de Pequim.

Weixin afirma que a base “teria uma melhor eficiência energética que os veículos de exploração lunares, já que a estação pode contar com um gerador solar muito maior”. Assim, poderia dar um impulso no estudo da geografia do satélite natural.

Apesar do plano ambicioso, ninguém por lá tem pressa. A ideia é mandar um foguete carregado com mais de 100 toneladas de carga para iniciar a construção da estação espacial em 2030.

Como parte da missão, a sonda Chang’e foi enviada para pousar no lado escuro da lua e você pode assistir ao video de seu pouso abaixo:

A meta para 2020 é mandar um foguete até Marte. Ele deve partir do Centro de Lançamento Espacial Wenchang, no sul da China, entrar na órbita do Planeta Vermelho, aterrissar, e liberar um veículo de exploração.

Conteudo Patrocinado