CIA liberou milhares de arquivos sobre ufologia na internet

A Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) liberou vários documentos relacionados à ufologia na internet.

1165
Supostos discos voadores na Inglaterra, em 1962 (Foto: Reprodução/CIA)
Links Patrocinados
 

Trata-se de centenas de relatórios detalhados sobre investigações realizadas, em sua maioria, durante as décadas de 1940 e 1950. Os arquivos relatam aparições de objetos voadores não-identificados (UFOs, em inglês), principalmente discos voadores, que deram as caras em países como Alemanha, Congo e Espanha.

Com a divulgação dos arquivos, a CIA decidiu entrar na brincadeira e destacou cinco casos que o agente Fox Mulder adoraria usar para provar a existência de extraterrestres e outros cinco que a agente Dana Scully usaria para dar explicações científicas para ocorrências do tipo.

Links Patrocinados
 

Da lista de Mulder, destaca-se o depoimento de uma testemunha de OVNI da Alemanha Oriental, de 1952: “O lado do objeto de onde os buracos se abriram começaram a brilhar. A cor parecia verde, mas depois foi se transformando em vermelho. Ao mesmo tempo, comecei a ouvir um ligeiro zumbido. Enquanto o brilho e o barulho aumentavam, uma torre em forma de cone começou a deslizar da parte de baixo do objeto. Ele então começou a subir lentamente e a girar como um pião”.

Relatório sobre a aparição de discos voadores na Alemanha, em 1952
(Foto: Reprodução/CIA)

A agência dá ainda algumas dicas de como investigar discos voadores. Algumas delas são: crie um grupo de investigação; determine os objetivos da tarefa; consulte especialistas; crie um método para desenvolver os relatórios e um sistema para organizá-los; crie uma forma de diferenciar os discos voadores e aeronaves comuns; conduza experimentos controlados; seja cético.

Confira o acervo de documentos aqui.